Artigo: A economia crescerá em 2016?

economiaO cenário político do país não é favorável para alimentar grandes expectativas de crescimento econômico, mas a solidez de nossa economia nos faz acreditar que 2016 pode surpreender com bons resultados de crescimento.

A imprensa no propósito de defender interesses de poucos, porém, de poderosos grupos econômicos e políticos, ultimamente vem dando mais foco as notícias ruins, enfraquecendo o governo e com isso comprometem mais nossa economia nacional, comportamento não diferente de todos os partidos políticos e grupos econômicos que não estavam no governo. E isso aconteceu com todos os governos civis dos últimos trinta anos. Mesmo assim, o processo de democratização do sistema de governo brasileiro foi mais forte e promoveu mudanças importantes.

Começou com Fernando Collor que abriu as fronteiras colocando nossa economia no universo globalizado e quebrou o monopólio econômico, depois Fernando Henrique criou o Real, moeda forte que estabilizou nossa economia reduzindo a inflação de mais de mil por cento para a casa de cinco por cento ao ano, em seguida Lula transformou os programas sociais do governo beneficiando milhões de brasileiros e permitindo as classes sociais baixas crescerem em todos os aspectos, e Dilma que deu continuidade aos programas sociais.

Sabemos que a crise existe, até porque é uma crise mundial, mas é hora de refletir e avaliar o comportamento não só da imprensa maldosa como, principalmente, de políticos que constantemente fazem acusações, só falando do que é ruim e promovendo a insatisfação popular, quando na verdade é preciso apresentar um projeto de governo melhor do que o que está em curso e que prepare o país para os próximos trinta anos.

Nós filiados à Câmara de Negócios, temos propostas que contribuirão com o fortalecimento e o desenvolvimento socioeconômico local, e, para 2016 estamos trabalhando uma parceria com a comunidade acadêmica para debater os quinze setores mais importantes do município e criar o conselho de políticas públicas da sociedade civil de Camaçari.

A CINE também tem como meta para 2016, através de seu jornal O Executivo, discutir a economia nos bairros, destacando e divulgando o potencial econômico de cada um e a importância no abastecimento e na geração de emprego e renda que tais atividades têm na vida da sociedade.

Ainda para 2016, temos como meta continuar com o fomento e incentivo a criação do polo de confecção em Camaçari, que no futuro poderá gerar mais de dez mil empregos principalmente para mulheres.

No inicio desse ano adotemos uma nova maneira de viver e de pensar, uma nova visão de futuro, que os políticos deixem de acusar aos outros e apresentem um novo projeto de governo, que a população tenha mais acessibilidade às informações corretas e passem a fazer seu próprio juízo de valor e que todos estejamos prontos para melhor servir.

Pin It

Comentários bloqueados.